Diversidade de famílias e respeito

Diversidade-da-família

Dia desses passávamos em frente a um prédio vizinho quando meu filho apontou: “olha mamãe, aqui é a casa da mãe do fulano.  Ele tem duas casas: a da mãe e a do pai.”

Meu filho falou isso de forma natural (como acredito que deve ser, aliás) e demonstrou que o amiguinho gosta de ter duas casas.  Os pais ainda convivem bem e fazem questão que os filhos convivam com ambos, então optaram pela guarda compartilhada.

Além da guarda compartilhada, há outros termos já bastante usados no Direito, como: família mosaico e família monoparental.

Esse é um post com breves considerações e não vou aborrecê-los com “juridiquês”, mas acho interessante uma rápida explicação, para quem nunca se deparou com esses termos:  família mosaico é aquela cujo casal tem filhos de outros relacionamentos, e por vezes também filhos em comum.  Exemplo: a mulher tem filho(s) de um relacionamento anterior, tem filho com o atual companheiro e ele por sua vez também tem filho(s) de um antigo casamento.  Pensando bem, o termo “família mosaico” é auto explicativo, não?

Família monoparental é aquela formada apenas pelo(s) filho(s) e um dos pais devido a circunstâncias diversas como: separação, produção independente (natural ou por adoção), morte, abandono.

Essas são configurações cada vez mais comuns de família – para citar apenas algumas – a ponto de o próprio ordenamento jurídico criar nomenclatura para referir-se a elas.

Houve avanços significativos no direito de família a fim de reconhecer e assegurar direitos e obrigações das variadas formas que uma família pode apresentar.  O reconhecimento da união homoafetiva é a mais recente e comentada delas, mas não se pode negar que ainda precisamos amadurecer socialmente no sentido de respeitar todas e cada uma delas.

Talvez alguém não entenda ou não concorde com alguma(s) dessas novas “caras” da família que não a tradicional, formada por pai, mãe e filhos.  Ainda assim, acredito que não seja necessário entender ou concordar, basta respeitar.

2 comentários sobre “Diversidade de famílias e respeito

  1. Respeito! afinal respeito é bom e todos gostamos, non è vero? Mas, é um assunto que ainda vai ter muita estrada pra fazer até chegar o dia em que todos esses tipos de familia terao respeito igual , geral e irrestrito!

Deixe uma resposta para Ana Barbieri Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s