Os desafios dos 2 aninhos

  Eu quero ser mais paciente com meus filhos e isso é um exercício diário, é constante. Outro dia escrevi sobre como tenho me policiado para deixar de fazer certos comentários, pois vi o mais velho repetindo exatamente as mesmas coisas para o irmão e, por exemplo, dando broncas e dizendo que ele é “difícil”.…

Graça sem graça, até quando?

O que presenciei esse fim de semana numa festa infantil foi uma sucessão de erros e piadas de mau gosto. Um senhora cuidava da recreação e começou uma gincana. Em dado momento pediu ao microfone:  “Tragam o homem mais barrigudo da festa”.  Um grupo de crianças pediu que um senhor de 60 anos as acompanhasse,…

Educar é diferente de impôr comportamentos

Por vezes é difícil diferenciar educação de imposição. É difícil também explicar o que quero dizer com isso mas vou tentar. Para isso, vou usar um exemplo que já quebra, de cara, uma regra que todo mundo prega mas ninguém segue:  evitar comparações entre os filhos. Pois bem, meu filho mais velho é bastante carinhoso…

Um relato sobre o aborto espontâneo

Olá! Esse post está no meu “banco de pautas” desde que o blog existe, mas nunca tive muito ímpeto em escrever sobre, simplesmente porque não acho que existam palavras suficientes para amenizar a dor do aborto espontâneo*. Não a dor física. A dor emocional. A verdade é que não há como lidar. O aborto espontâneo,…