Malabarismo Maternal

Entre uma mamada da Catarina e outra, uma tentativa de arrumar a casa e outra a gente tenta brincar juntos. Ele me chama para colocar a mão do Volverine, a máscara do homem aranha. Me chama para ser o Maxsteel, me chama para ser polícia com ele e entrar na cadeia que ele montou com…

Síndrome de Down e os índices de aborto

      Foto: Google imagens   Hoje escrevo sobre um assunto novo para mim, polêmico e que me chocou:  O alto índice de aborto de bebês diagnosticados ainda no ventre como portadores da síndrome de down. Numa rápida busca pelo assunto no Dr. Google, encontrei estatísticas assustadoras: 90% das mulheres inglesas e também das…

Diversidade de famílias e respeito

Dia desses passávamos em frente a um prédio vizinho quando meu filho apontou: “olha mamãe, aqui é a casa da mãe do fulano.  Ele tem duas casas: a da mãe e a do pai.” Meu filho falou isso de forma natural (como acredito que deve ser, aliás) e demonstrou que o amiguinho gosta de ter…

Um líder só existe se houver liderados

No que se refere á educação de filhos, leio muita coisa pois acho válido conhecer dicas e opiniões de profissionais e estudiosos do comportamento humano, justamente para poder formar minha própria opinião, encontrar meu jeito próprio de ser mãe e orientar/educar meus filhos. Nas últimas duas semanas, coincidência ou não, cheguei a quatro artigos que…

Crianças brasileiras, as mais estressadas do mundo

Eu li sobre uma pesquisa realizada pelo canal infantil Nickelodeon logo que descobri que estava grávida do meu primeiro filho e os resultados mostrados nunca saíram da minha cabeça. Hoje, finalmente, resgato a matéria que li em novembro de 2006 (clique no link para acessar o artigo original) para compartilhar com quem acompanha o blog, pois os…

“Stop the glorification of busy”

Ontem vi a notícia de uma redatora publicitária que morreu na Indonésia depois de trabalhar por três dias consecutivos, a base de uma bebida energética. Vou dar um enfoque maior relacionando o assunto com maternidade, pois esse é o tema do blog.  Não vou falar bonito, citando estudos antropológicos e psico-sociais de alguma universidade gringa…

O papel aceita toda e qualquer teoria, já o coração…

Eu e minha irmã fomos criadas “sem amarras”, incentivadas a “sermos independentes”, não ficar “grudadas na barra da saia da mãe”, pois “filho a gente cria para o mundo” e ___________________  (preencha a lacuna com o clichê ou frase pronta de sua preferência). Exatamente por ter sido educada dessa maneira, compartilho de todas essas idéias/clichés/frases…

Hoje tem marmelada? Tem sim, senhor!

Dica cultural para novembro: Circo Zanni, no Memorial da América Latina. Apenas vá! Ok, para soar menos imperativa, um breve relato. Fazia uns 25 anos que não assitia a um espetáculo de circo, então me deram a dica de aproveitar São Paulo sem trânsito no feriado para ver o Circo Zanni. Simplesmente encantador!  Já sendo…